WALTER LANÇA PRÉ-CANDIDATURA E RECEBE TOTAL APOIO DE HÉLIO MIACHON

O ex-prefeito Hélio Miachon Bueno (PMDB) praticamente chancelou o seu apoio à reeleição do prefeito Walter Caveanha (PTB) em ato que lançou a pré-candidatura do petebista para o quinto mandato.

Os dois fizeram questão de tirar fotos juntos, mencionando à exaustão a palavra união e grupo, e salientaram que vem conversando há meses sobre as próximas eleições municipais.

Walter ainda deixou explícito que o seu vice será indicado por Hélio e que a palavra chave da campanha que se avizinha é a credibilidade.

Tanto Caveanha quanto Miachon Bueno demonstraram estar vibrando na mesma sintonia política, tanto que ambos concederam coletiva à imprensa praticamente abraçados.

A união demonstrada entre os dois pesos-pesados da política local põe abaixo as pretensões do presidente do PMDB, Modesto Júnior, que ainda sonhava com uma reviravolta e ter Hélio como candidato da legenda.

No entanto, para Modesto, a participação de Hélio no ato da tarde deste sábado, no Espaço Gênesis, não significaria que o ex-prefeito teria aberto mão de uma possível candidatura, conforme afirmou ao jornal Tribuna do Guaçu.

Contudo, Hélio jogou uma ducha de água fria em quem ainda aposta em uma eventual candidatura própria pelo PMDB, ao declarar que seria leviano ser candidato após comparecer ao evento, o que ‘arrancou’ aplausos entusiasmados dos quase mil presentes.

Outra indicação da união de Hélio e Walter foi a presença dos secretários ligados ao ex-prefeito, além dos comissionados que historicamente defenderam o peemedebista.
 
Vale dizer que o fato é que Caveanha conta com uma base de apoio bastante ampla e vitaminada, composta por 10 partidos, dentre os quais o próprio PTB, além do PSDB, PPS (do presidente Mário Zaia), PSB, PSDC, PSL, PSC, PTC (do vereador Luís Zanco) e PC do B.

Conta também com um amplo apoio de lideranças populares e de segmentos empresariais importantes, como o ex-presidente da Acimg (Associação Comercial e Industrial de Mogi Guaçu), Edson Bombo, que esteve no Genesis com a esposa. Estiveram por lá vereadores, ex-vereadores e pastores.

Caveanha sai do ato fortificado com as presenças dos deputados estaduais Campos Machado (PTB) e Barros Munhoz (PSDB), assim como dos federais Nelson Marquezelli (PTB) e Silvio Torres (PSDB), demonstrando que possui um grupo disposto a contribuir efetivamente para que ele permaneça no Paço Municipal para mais um mandato, o de número 5. O vice-prefeito Marçal Georges Damião, do SD, compareceu e compôs a mesa das autoridades, sendo saldado pessoalmente por Walter.

 “O que tenho sempre enfatizado é que temos que buscar manter coeso o grupo vitorioso em 2012, não rachar e assim permanecer para o próximo pleito de outubro. Estamos juntos”, disse Hélio aos jornalistas.

Por sua vez, Walter ressaltou que está mais do que definida a postura de ambos e que tem o demonstrar à população em termos de obras.

Ressaltou a responsabilidade fiscal do seu governo quando pôs às claras que hoje tem as contas em dia depois de pagar R$ 40 milhões em dívidas deixados, segundo ele, pela administração passada; além de reescalonar outros R$ 70 milhões devidos ao INSS e FGTS em especial, dentre outros débitos.

No discurso aos presentes, Walter fez questão de agradecer aos presidentes de partidos a serem coligados, aos secretários municipais e às lideranças populares ali comparecidas, em dedicou especial atenção à esposa Maria Amélia e à família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *