VENDA DE LOTES DO YPÊ AMARELO VAI FINANCIAR CORREDOR DE ÔNIBUS DO GUAÇU

A Prefeitura deve abrir nos próximos dias processo licitatório para execução da primeira etapa das obras de implantação do primeiro corredor de ônibus de Mogi Guaçu. O edital será publicado nos próximos dias.

A informação foi prestada pelo prefeito Walter Caveanha.

A primeira etapa consiste da construção da Avenida Alíbio Caveanha, a partir do Residencial Ypê Amarelo, até a Avenida Clara Lanzi, antes da Rodovia SP 342.

Ao todo, serão 2 quilômetros de corredor de ônibus entrecortando a região dos Ypês, na zona Norte, a um custo estimado em R$ 2,7 milhões, valor que pode cair na licitação.

A obra será custeada com recursos próprios da Prefeitura, provenientes da venda de lotes do Ypê Amarelo já consumada e dos que ainda serão vendidos.

Dessa receita, a Prefeitura já reserva R$ 1,7 milhão, devendo atingir R$ 2.050 milhões até o final deste ano com o recebimento das parcelas a vencer.

Outros R$ 600 mil deverão ser arrecadados com a venda de 113 lotes remanescentes e que serão comercializados no dia 27 deste mês em novo processo de alienação.

São terrenos que pertencem ao Município nas quadras e na gleba onde estão sendo construídas as 1.400 casas do Residencial Ypê Amarelo.

Os lotes variam de tamanho, entre 160 metros quadrados, o menor, e 324 metros quadrados, o maior, a preços entre R$ 40.900,00 e aproximadamente R$ 45 mil para pagamento em até 20 parcelas.

Os compradores poderão utilizar os terrenos para construção mista, de comércio e residência, ou apenas uma das opções, como preferir.

A segunda etapa do corredor de ônibus será executada em projeto posterior, em uma extensão que segue desde a ponte sobre a SP 342, no Jardim Santo André, até o Cemitério Santo Antonio, no Jardim Novo I.

Na terceira e última, mais complexa, seguirá pela Avenida dos Trabalhadores até se conectar com o Terminal de Ônibus do Parque dos Ingás.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *