TRIBUNAL DE CONTAS OBRIGA E IPTU DE 2015 TEM REPASSE DA INFLAÇÃO; TAXA DE LIXO DIMINUI

O IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) de 2015 corrigido pelo índice de inflação, isto é, 6,5% conforme determina o Tribunal de Contas, que obriga a correção anual da planta genérica de valores. A não correção significa renúncia de receitas e pode acarretar problemas para o gestor público.

O percentual corresponde ao IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), apurado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas), de 1º de novembro de 2013 a 31 de outubro de 201.

O vencimento da primeira das 11 parcelas é previsto para 1º de fevereiro. O pagamento de uma vez só, na data do vencimento da primeira parcela, garantirá ao contribuinte desconto de 12% no total do carnê.

O decreto assinado pelo prefeito Walter Caveanha também definiu os valores da Taxa de Coleta de Resíduos, a chamada taxa do lixo, que será inferior em torno de 7%, comparativamente ao exercício anterior.

Isto acontece por causa da redução dos custos dos serviços.

Bira Mariano

Formado em Jornalismo pela Unaerp - Universidade de Ribeirão Preto, com módulos de pós-graduação em Jornalismo On Line pela Fundação Cásper Líbero. Trabalha na área desde 1995 e possui alguns sites, dentre eles o Jornalístico e o Animal e Companhia.

Seja o primeiro a comentar