ROSA CRUZ, ITAMARACÁ E CASAGRANDE TÊM NEBULIZAÇÃO CONTRA MOSQUITO DA DENGUE

A Equipe de Controle de Dengue da Vigilância Epidemiológica aplicará nebulização para combater o mosquito Aedes aegypti no Jardim Rosa Cruz e em parte do Jardim Casagrande e do Recanto Itamaracá, quinta e sexta-feira, dias 27 e 28.

O motivo é a ocorrência de um caso positivo e dois casos suspeitos de dengue na região. São dois casos autóctones, isto é, de pessoas infectadas no território do Município de Mogi Guaçu, os quais constam do último relatório semanal, divulgado na quinta-feira, dia 20.

A nebulização será realizada na região da USF (Unidade de Saúde da Família) do Jardim Rosa Cruz e, inclusive, nas quadras das escolas municipais e da unidade do AICA (Atenção Integral à Criança e ao Adolescente) dos outros bairros.

A região pertence à Área 2 do Controle de Dengue, que tem como referência o Centro de Saúde e também a USF do Jardim Hermínio Bueno. O Jardim Rosa Cruz, Casagrande e Itamaracá estão no Setor 6 da Área 2.

A nebulização é uma operação de bloqueio recomendada após ações preventivas de busca ativa de criadouros do Aedes aegypti e já foi realizada em outras das seis áreas de controle este ano, como a Área 1 e a Área 5.

A Área 1, referenciada pelas UBS (Unidades Básicas de Saúde) da Zona Sul (Jardim Itamaraty) e do Jardim Guaçu Mirim, registra dois casos positivos desde janeiro, assim como a Área 5, que abrange os Jardins Fantinato, Santa Terezinha, Santa Cecília, Zaniboni I e II, Suécia e Chaparral.

Na Área 4 (UBS Zona Norte, Jardim Ypê II e Ypê Pinheiro) há registro de um caso positivo, mas a região ainda não recebeu nebulização porque foi um caso isolado, sem mais nenhum caso suspeito.

O paciente faleceu em março. Tinha 81 anos de idade e era hipertenso. A dengue não foi a causa da morte, mas um complicador do seu quadro clínico agravado pela idade avançada.

A Área 2, onde haverá nebulização esta semana, registra os únicos dois casos de dengue importados este ano, ou seja, contraídos em outra cidade ou Estado.

No total, de acordo com o relatório mais recente, Mogi Guaçu registra em 2017, até agora, oito casos positivos e tem cinco aguardando o resultado dos exames, de um total de 334 notificações. Todos os demais deram negativo para dengue. (da Secretaria de Comunicação Social da Prefeitura)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *