PROGUAÇU ESCLARECE O BAFAFÁ MONSTRO COM A UNIMED

O convênio médico mantido entre a Proguaçu e a Unimed Regional de Baixa Mogiana, para atendimento aos funcionários da empresa, teve o atendimento suspenso em 5 de agosto último. O fato ocorreu devido ao não recolhimento dos valores da cota parte de responsabilidade da Proguaçu. Os valores retidos dos funcionários foram devidamente repassados à cooperativa médica.

A despeito disso, a Unimed manteve os atendimentos emergenciais através do Hospital São Francisco. Apenas não realizou consultas médicas de funcionários e dependentes.

Desde o primeiro momento, a diretoria da Proguaçu vem negociando o retorno do atendimento aos funcionários. Como providência mais recente, quitou parte da dívida com os R$ 50.000,00 repassados pela Prefeitura, com aprovação da Câmara Municipal. O remanescente do débito está sendo parcelado em valores com os quais a Proguaçu possa arcar, sem novos atrasos.

Ocorre que, para o pleno restabelecimento do contrato, a Proguaçu não possui recursos financeiros para suportar os encargos na forma prevista na legislação, cobrindo parte do custo relativo aos seus funcionários e dependentes.

Assim, a diretoria, com muito esforço, ofereceu a possibilidade de retorno do plano de saúde a todos os funcionários titulares e aposentados titulares. Em reuniões nos dias 24 e 25 de setembro, deixou claro que, quanto à manutenção dos dependentes, a empresa não tem como arcar com os valores de sua cota parte.

Sugeriu aos funcionários que, temporariamente, arquem com os custos integrais da manutenção dos seus dependentes sob a cobertura da cooperativa médica. No momento, a Proguaçu não reúne condição alguma de outra solução para o caso da cobertura aos dependentes de seus funcionários.

A direção da Proguaçu lamenta profundamente não ter outra solução a oferecer, pelo único e insuperável fato de momentaneamente não possuir as condições financeiras necessárias, condição que espera restabelecer o mais breve possível, ainda que afetada pelas dificuldades que o país atravessa.

Lamenta também que, não havendo concordância de seus funcionários em arcar com pagamento integral dos valores de seus dependentes, estes venham a ficar a descoberto do atendimento da Unimed em quaisquer que sejam os procedimentos.

 

AIRTON PICOLOMINI RESTANI  – PRESIDENTE

JOSÉ MAURO DOMINGUES – DIRETOR ADMINISTRATIVO E FINANCEIRO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *