PREFEITO PEITA A DENGUE E DÁ ORDEM PARA ACABAR COM O MOSQUITO

A ordem do prefeito Walter Caveanha (PTB) é clara: peitar o mosquito e acabar com os focos da dengue no município de Mogi Guaçu.

Desde que os números de casos recrudesceram Caveanha instalou um gabinete de crise para monitorar o avanço da doença e instituir medidas eficazes que impeçam com que a epidemia saia do controle.

De acordo com fontes do governo,  o prefeito tem estado à frente do combate em diversas frentes, como o fumacê (nebulização com o veneno que mata a forma alada), as visitas casa a casa com equipes de funcionários e, agora, com a retomada paulatina da limpeza de entulhos e galhos jogados nas calçadas e terrenos baldios.

“O prefeito não quer deixar margem para que a epidemia se concretize. A ordem é fazer com que a cidade se mobilize e o exemplo tem que partir de cima para que a população possa se espelhar e contribuir decisivamente para o combate da dengue”, comentou uma fonte entrevistada pelo JG.

As medidas têm um caráter de guerra, de urgência mesmo, que buscam identificar as áreas de maiores riscos e que possam deflagrar uma epidemia de proporções muito grandes, que atinja a cidade por inteiro.

“Não vamos cruzar os braços neste momento de grande perigo. Por isso, as medidas têm este caráter de impacto para que ganhem a adesão da população na guerra contra o mosquito transmissor da dengue”, salientou o entrevistado.

Bira Mariano

Formado em Jornalismo pela Unaerp - Universidade de Ribeirão Preto, com módulos de pós-graduação em Jornalismo On Line pela Fundação Cásper Líbero. Trabalha na área desde 1995 e possui alguns sites, dentre eles o Jornalístico e o Animal e Companhia.

Seja o primeiro a comentar