PRA JÁ: ESTADO E PREFEITURA AVALIAM ÁREA DE 20 ALQUEIRES PARA O SEXTO DISTRITO INDUSTRIAL

Estado e Prefeitura de Mogi Guaçu avaliam uma área de 20 alqueires da International Paper para o sexto distrito industrial do município. As tratativas estão adiantadas e o Samae está de prontidão para entrar em ação e realizar serviços de saneamento, como o fornecimento de água e esgoto.

O diretor de Obras da autarquia, Mario Antonio Zaia, confirmou que a empresa possui um planejamento interno para oferecer os serviços assim que a área vier para a alçada do município. O governador Alckmin está à frente das negociações, junto com o prefeito Walter. O Governo de SP ainda dispôs secretários a favor do Guaçu para que o distrito industrial saia ainda este ano.

“Dezenas de empresas querem vir para Mogi Guaçu, faltando apenas a área necessária para se investir. Por isso, temos que estar preparados para atender esta demanda diferenciada assim que necessário. É o que estamos fazendo”, observou Zaia.

O interesse pelo Guaçu sempre existiu – e aumentou ainda mais com a presença da chinesa de máquinas pesadas e tratores especializados, Liugong, que se instalou há duas semana no município. 

“Mogi Guaçu entrou de novo para a vitrine de investimentos por parte das empresas. Devemos entrar num ciclo virtuoso em breve, apesar dos senões da economia nacional”, comentou Zaia, presidente municipal do PPS, sigla de peso que dá apoio ao governo Walter.

A logística do município é considerada adequada para grandes investimentos.

Rodovias modernas, modais de transporte ferroviário, proximidade dos grandes centros consumidores e mão de obra preparada em oferta são os grandes diferenciais. “E aliada a tudo isso a oferta de saneamento básico industrial, que garantirá recursos, emprego e renda ao trabalhador da nossa cidade”, finalizou Zaia.

foto: internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *