POLÊMICA: PAI DE FOTÓGRAFO MORTO QUESTIONA TESE DE SUICÍDIO DO FILHO

O locutor comercial Roberto Casarin, pai do fotógrafo e servidor municipal, Douglas, achado morto na última sexta-feira, lança dúvidas sobre uma das versões da morte do filho: a de que ele teria cometido suicídio.

O caso está em análise na Polícia Científica e segundo apurou a reportagem, há evidências que corroborariam a tese de que Douglas tenha tirado a própria em uma árvore às margens da Lagoa dos Macacos, no extremo sul de Mogi Guaçu.

No entanto, esta versão não é suficiente para seo Roberto, como é conhecido.

“Existem indícios, em minha opinião, de que isto não possa ter acontecido”, declarou. “Tenho o direito de ir à Polícia Científica e ao IML para conversar com os peritos”, mencionou.

Seo Roberto confirma que não procura saber quem supostamente matou Douglas, “mas quero saber se de fato houve homicídio, como acredito, embora nada vá mudar o curso da historia”. “O final já foi escrito, mas é um direito que me assiste”. (Foto: Rodrigo Fernandes/MGA)

LEIA TAMBÉM

SEPULTADO O CORPO DO FOTÓGRAFO DOUGLAS CASARIN, ENCONTRADO EM UMA LAGOA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *