OPINIÃO – WALTER ACERTA NO COMBATE À DENGUE

O combate à dengue se trava no campo político. Não é eminentemente apenas assunto da Saúde pública. Casos positivos de dengue são utilizados pelas oposições para cobrar ações dos governos e explorar politicamente as estatísticas, quando, isso sim, parcela considerável de responsabilidade pelas epidemias deve recair também na conta da população pela falta de conscientização em relação à eliminação dos focos.

Isto exposto, a postura do prefeito Walter – no Teatro Tupec – pode ser considerada surpreendente. Sim, surpreendeu pelo fato de que todo prefeito foge de temas difíceis, que podem fazer com que a popularidade desabe. Veja o governador de SP em relação à crise da água, assim como do governo federal em relação à crise de energia.

O fato de dar a cara à tapa, pegar o microfone e capitanear o combate ao aedes e à doença é digno de elogio. Em Itapira, apenas para citar um exemplo regional, o governo e a Saúde local seguem acuados com os números que são pelo menos 1 vez e meia menores do que os do Guaçu.

No município vizinho os agentes públicos perderam a batalha da comunicação e a imprensa ligada aos intestinos oposicionistas deita e rola. A população não acredita nos números oficiais e falta pouco para que surja um placar para emoldurar os casos positivados, a exemplo do que fez um jornal guaçuano sobre a tal gripe suína em 2010.

Sendo assim, Caveanha deu o tom do diapasão. Assumiu o posto de chefe do Executivo e com isto deu oportunidade para que a secretária Clara fosse poupada de ataques oportunistas em relação aos dados semanais, que, diga-se, é divulgado sem meios termos pela Secretaria de Comunicação.

O simples gesto de vir a público e se postar como cidadão – com mandato – propiciou um combate à dengue sem alarido, contudo, sem baixar a guarda.

 

SECRETARIA DE SAÚDE QUER MAIS 8
PROFISSIONAIS DO PROGRAMA “MAIS MÉDICOS”

A Secretaria Municipal de Saúde de Mogi Guaçu vai pleitear a designação de mais oito profissionais através do Programa “Mais Médicos”, do governo federal.

A documentação já está toda elaborada, segundo a secretária Clara Alice Franco de Almeida Carvalho, e deverá entrar no sistema nesta quarta-feira, dia 28, quando vence o prazo para a apresentação do pedido.

Mogi Guaçu está entre os municípios selecionados previamente pelo Ministério da Saúde para o que é o 5º ciclo do “Mais Médicos”.

Nesta fase, o ministério está fazendo a realocação de profissionais para adequar a realidade dos municípios que mais precisam.

Na atual fase, inicialmente Mogi Guaçu será contemplada com apenas duas vagas do programa.

Clara vai apresentar justificativas técnicas para convencer a coordenação do programa a destinar para a cidade os oito médicos reivindicados.

Atualmente, a Secretaria Municipal de Saúde conta com oito profissionais do Programa “Mais Médicos”.

Dois deles são oriundos do Provab (Programa de Valorização do Profissional de Atenção Básica), também do Ministério da Saúde.

Estes profissionais do Provab são designados por prazo certo e, no caso dos dois que atuam no município, esse prazo vence em 10 de março.

A secretária Clara Almeida Carvalho avalia positivamente o desempenho dos profissionais recrutados através do “Mais Médicos”, assegurando que eles atendem plenamente às necessidades da população. (este texto é da secretaria de comunicação de Mogi Guaçu)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *