MOVIMENTO UPA JÁ CRESCE, AMPLIA PRESSÃO E DEIXA ASSISTENTE DE SECRETÁRIO ENSANDECIDO

O movimento UPA Já, realizado por moradores e políticos, cresceu e pressiona por reformas urgentes da unidade de pronto atendimento do Santa Marta, na Zona Norte.

A unidade foi pelos ares após forte temporal em fevereiro e se transformou em boi na linha da administração municipal, que herdou a reconstrução de um projeto técnico considerado falho da gestão anterior.

Até mesmo a EPTV fez matérias sobre o estado de abandono do local. Isto sem falar de reportagens de jornais e sites do Guaçu, que cobram a reconstrução.

O UPA Já possuiria membros políticos considerados de oposição, alguns mesmos de partidos de situação, como Emílio Vilela, do PSB, com integrantes pesos pesados nomeados na Proguaçu e Educação, por exemplo.

O fato foi exposto pelo assistente de secretário Fernando Parizi, que ficou ensandecido com a presença de oposicionistas no movimento popular. Além de Vilela, o petista Alceu Kemp, o Galo, ambos nomeados na gestão Paulinho. Por isso, o assistente desmerece o movimento por acreditar apenas político.

Desta vez, o assistente de secretário postou no FB fotos de Vilela ao lado do ex-prefeito Paulo Eduardo de Barros, e do então manda chuva do Samu, durante inauguração do UPA, em 2012.

Sobrou até mesmo uma ironia para Kemp a respeito de trabalhar. Sobre não vê-lo, quando nomeado, na Secretaria de Esportes, quanto em sua barraca de pastel na Feira Livre do Parque Cidade Nova; embora Parizi mantivesse, no passado, uma amizade de fino trato com Silvia Rozão, presidente da época do diretório do Partido dos Trabalhadores.

Além de tudo isso, vale lembrar que Parizi trabalhou na campanha a deputada estadual da ex-primeira dama, Sandra Barros (PV), e dois anos depois postou fotos no FB de carreata da campanha a prefeito do empresário Marcos Antonio, então do PT, em 2012, considerando-a como a maior de todas ocorrida no município.

Por fim, ganhou um cargo na Secretaria de Comunicação na atual gestão, onde coleciona ferpas com a imprensa.

PRESTIGIO

A unidade UPA ganhou prestígio junto à população devido ao atendimento nota 10.

A empresa que construiu a UPA é a Marcos & Santos Engenharia, cujo laudo da Polícia Científica de São Paulo atestaria falhas na construção.

O agora elefante branco foi totalmente transferido para a gestão Caveanha, que não é culpada pelas falhas estruturais.

Uma sindicância aberta pela Prefeitura por determinação do prefeito Walter apura supostas responsabilidades para o embasamento técnico da reconstrução orçada R$ 1,5 milhão de reais. A administração pretende cobrar na Justiça o passivo deixado pela Marcos & Freitas.

O valor é vultoso, porém, a Secretaria de Saúde não ficou de braços cruzados. Implementou outras medidas para não deixar os moradores da zona norte na mão em termos de atendimento de urgência.

As medidas da Secretária Clara Franco de Carvalho diminuíram o tempo de espera em unidades de emergência para 15 minutos em média com a contratação de mais um médico (agora seriam quatro). Clara ainda colocou em prática várias melhorias no Hospital Municipal, que repercutem positivamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *