MOGI GUAÇU NÃO ELEGE DEPUTADO MAIS UMA VEZ. VEJA O RESULTADO FINAL DA VOTAÇÃO

Aproximadamente 109 mil eleitores estavam aptos a votar em Mogi Guaçu neste dia 5 de outubro, sendo que 19.986 (18,35%) deixaram de comparecer às urnas. Duas pessoas foram presas por fazerem boca de urna, e, à exceção deste episódio, a votação foi tranquila e rápida, sem incidentes preocupantes.

Votaram em branco 11.314 pessoas (12,72% do total), enquanto que anularam o voto 8.119 (9,13%) eleitores. Os votos válidos chegaram a 69.526 (78,16%), sendo que os votos nominais, ou seja, nos candidatos propriamente ditos, representaram 63.813 sufrágios ou 91,78% do total. Os votos na legenda totalizaram 5.713 (8,22%).

Mais uma vez, Mogi Guaçu deixou passar em branco a oportunidade de eleger um deputado que o representasse. Nenhum dos candidatos conquistou a expressiva votação obtida por Dra. Sandra Benites Barros em 2010, por exemplo, que naquela votação conquistou mais de 32 mil votos a estadual.

O mais próximo a chegar deste patamar foi o candidato Marcos Antonio, do PSD, com pouco mais de 17 mil votos, porém, muito abaixo do próprio desempenho em 2012. Com isto, liga o sinal amarelo a respeito de sua provável candidatura a prefeito daqui a dois anos. Desta eleição, no momento, sai enfraquecido.

Thomaz Caveanha, do PTB, conquistou uma votação até certo ponto considerável – 13.184 votos. O número é expressivo para quem debuta em eleições gerais, mas, ainda assim muito, abaixo do desempenho do próprio pai, o atual prefeito, que, se não se pode sair vitorioso do pleito, não teve o próprio cacife eleitoral arranhado.

Barros Munhoz lavou a égua neste ano e sai do Guaçu com 16 mil votos, reflexo de sua atuação junto ao eleitorado local, seu trabalho em favor da cidade e, claro, o decisivo apoio do ex-prefeito Hélio Miachon Bueno, do PMDB.

O engenheiro Daniel Rossi, assim como Marcos Antonio, ficou abaixo do esperado e viu minguar seu eleitorado em relação ao último pleito geral, em 2010. No atual, obteve apenas 6.942 votos.

Dr. Paulinho, do PHS, sequer atingiu 4.100 votos, e desta forma ficou anos-luz do próprio desempenho de anos atrás.

Davi Zaia, do PTB e pai do Poupatempo, se elegeu com mais de 80 mil votos em todo o Estado e conquistou no Guaçu naco importante da sua votação geral.

Os vereadores Jéferson Luís (PROS) e Alex Tailândia (PT) tiveram um desempenho nas urnas com relativo sucesso, mas permaneceram naquele filão entre o meio copo cheio – e o meio copo vazio – a depender do  ponto de vista.

A servidora Açucena Ferraz Bizarria, do Solidariedade, sai da eleição maior do que entrou e catapulta a sigla para 2016. A candidata conquistou na garra 1.983 votos e foi além da própria expectativa.

“Saio com a missão cumprida, com o objetivo atingido. Saio fortalecida e agradecida de que hoje temos um partido que veio para ficar, que é o Solidariedade, com um ano de vida e já tem história”, afirmou.

COMO FOI   

Cerca de 24.529 de 40.507 eleitores optaram por candidatos de outras cidades, o campeão neste quesito foi Barros Munhoz (PSDB) de Itapira, com 16.927 votos, reeleito com 194.938 votos e com isto superou a votação de 2012.

A deputado federal os guaçuanos foram mais fiéis, sendo que 32.525 eleitores votaram em candidatos do próprio Guaçu, enquanto que 31.003 sufragaram candidatos de ‘fora’.

Para presidente, Aécio Neves (PSDB) obteve 37.253 votos, equivalente a 47,79% dos votos válidos. A presidenta Dilma Rousseff (PT) obteve a expressiva votação de 18.886 (24,23%) e Marina Silva (PSB) obteve 18.659 (23,93%). Os demais candidatos não obtiveram mais que 4%.

Governador

Geraldo Alckimin (PSDB) de uma lavada com 42.683 votos, ou 59,52% do total válido. Enquanto isso, Skaf (PMDB) obteve 16.939 (23,62%) e Padilha (PT) 10.469 (14,60%). Os demais não receberam mais que 3% dos votos válidos.

Senador

O ex-governador José Serra (PSDB) conquistou 38.235 votos, ou 60,24% dos votos válidos, enquanto que Eduardo Suplicy (PT) conseguiu 17.414 (27,44%). Já Gilberto Kassab (PSD) teve 4.405 (6,94%) e Marlene Campos Machado (PTB) 2.944 (4,64%). Os demais não tiveram mais que 1% dos votos.

 

VOTAÇÃO DEPUTADOS

FEDERAIS

Thomaz Caveanha – 13.184

Alex Tailândia – 10.549

Jeferson Luís – 6.635

Dr. Paulinho – 4.097

Natalino Tony da Silva – 2.261

Babá – 1.861

Lili Chiarelli – 606

 

ESTADUAIS

Marcos Antonio – 17.040

Daniel Rossi – 6.942

Marcia de Paula Souza – 2.032

Açucena – 1.983

Barros Munhoz – 194.958

Davi Zaia – 80.951

 

Bira Mariano

Formado em Jornalismo pela Unaerp - Universidade de Ribeirão Preto, com módulos de pós-graduação em Jornalismo On Line pela Fundação Cásper Líbero. Trabalha na área desde 1995 e possui alguns sites, dentre eles o Jornalístico e o Animal e Companhia.

Seja o primeiro a comentar