MEGA ADUTORA EM FASE FINAL DE CONSTRUÇÃO GARANTE ÁGUA POR 30 ANOS

Mesmo com a chegada das chuvas em volumes tradicionais, o Samae não descansa. Conclui a construção de uma mega adutora que visa evitar a falta de água em tempos bicudos, como da recente estiagem prolongada.

É o que prevê o diretor de obras da autarquia de saneamento, Mario Antonio Zaia.

Ele comentou que a construção envolve áreas de engenharia e logística e tem uma importância vital para o fornecimento de água para as gerações futuras, mas sem perder de vista as necessidades da população desde já.

A obra consiste em fazer uma conexão entre a Pequena Central Hidrelétrica (PCN) na Cachoeira de Cima ao Limoeiro, onde fica uma das principais estações de água bruta de Mogi Guaçu.

A conexão será feita por meio de adutoras que está no estágio final de construção, por onde a água será canalizada.

“Temos em mente que esta obra é uma das mais importantes que o Samae já realizou em toda a sua história, sem desmerecer as que foram tão fundamentais quanto; mas garantir o abastecimento de água mesmo em situações críticas é uma conquista para Mogi  Guaçu”, pontuou Zaia.

RESERVATÓRIO

O Samae também constrói um  reservatório de água na região do Eucaliptos, que será abastecido por adutora de mais de 2,5 quilômetros, que sai da zona sul.

A construção do reservatório acontece após doação de área aprovada pela Câmara Municipal em sessão extraordinária do Legislativo na noite desta terça-feira, dia 27, a partir de indicação do vereador Ivens Chiarelli (PMDB).

A área, de 300 metros quadrados, localizada na Rua Emílio Galo Rinaldi, foi doada Consult – Consultoria e Negócios Imobiliários.

Segundo Zaia, o reservatório terá capacidade para 2 milhões de litros de água e deve resolver a falta de água na região beneficiada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *