ITAPIRA SANCIONA NOVO PISO DOS AGENTES DE SAÚDE. NO GUAÇU, CATEGORIA AINDA AGUARDA

O prefeito de Itapira, José Natalino Paganini, sancionou o novo piso dos agentes comunitários e de saúde no município e dá um reforço no bolso dos trabalhadores desta categoria.

O projeto de lei complementar, de autoria do Executivo, foi aprovado pela Câmara na última terça-feira e Paganini já mandou ver na caneta, sancionando o aumento.

Agora, os Agentes de Serviço 1(comunitário de saúde) passam a receber R$ 817,75; os Agentes de Administração 2 (agentes de saúde) R$ 965,59; os Agentes de Serviço V (comunitário de saúde) R$ 1.021,41, e os Agentes de Administração 3 (agente de saúde) R$ 1.021,36.

No Guaçu, a categoria, que conta com mais de 110 agentes, ainda aguarda a prefeitura fazer a sua parte e colocar no orçamento a grana vinda de Brasília, do Ministério da Saúde, para reajustar os vencimentos dos trabalhadores. O prefeito Walter se comprometeu com a causa.

Em agosto, 50 agentes comunitários de saúde (a maioria de mulheres) lotaram as galerias da Câmara para reivindicar que o município pague o novo piso salarial da categoria, já sancionado pela presidenta Dilma Roussef (PT).

Uma comissão das agentes foi recebida pelos vereadores a pedido de Luciano da Saúde (PP) na sala de reuniões, onde elencaram o rosário de desafios que tem sido o município de Mogi Guaçu por sacramentar o que é de direito.

“Elas estão no limite e querem que a Prefeitura acate a regulamentação da presidente”, afirmou Luciano da Saúde, o principal interlocutor dos ‘ACS’ junto ao poder municipal.

O próprio Luciano da Saúde se reuniu com o prefeito Walter (PTB) na semana passada para discutir o aumento de salário das agentes.

Luciano tem defendido os agentes de saúde como ninguém e cobrou o aumento imediato porque o Governo Federal regulamentou o piso salarial da categoria em R$ 1014,00, e os repasses de tais valores para o município já começaram.

O líder parlamentar e comunitário da Zona Sul e da Vila Paraíso, o vereador Luís Zanco Neto, o Zanco da Farmácia (Solidariedade), engrossa o coro pela adoção do novo piso dos agentes comunitários de saúde (ACS) por parte do governo municipal.

Para Zanco da Farmácia, a medida é justa porque atende à reivindicação dos profissionais há tempos pleiteada. “Além disso, foi regulamentada pela presidente da República, o que torna uma necessidade imperiosa de ser colocada em prática”, comentou.

“Pontuamos ao prefeito que o aumento deve ser concedido imediatamente em virtude de a Lei Federal ter entrado em vigor”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *