GUAÇU TERÁ PRIMEIRO MERETRÍCIO PARA HETEROS E HOMOSSEXUAIS NO MESMO LOCAL

Mogi Guaçu deverá ser a primeira cidade da região a contar com um prostíbulo voltado a heteros e homossexuais no mesmo local. O empreendimento com ares de novidade está sendo levado em sigilo e sairá do papel em 2015.

É o que garante um dos empreendedores, que adianta que o novo bordel será de primeira classe, mas não de luxo, e visa oferecer serviços diferenciados do segmento para um público selecionado.

“Não queremos ser um inferninho com mulheres sentadas na porta de um bar mostrando as pernas, à espera dos caras tomarem cervejas e ganharem um trocado. Queremos algo a mais”.

O diferencial, ainda segundo o proprietário, em sociedade com mais duas pessoas de São Paulo; é oferecer serviços como nunca visto no Guaçu, mas sem aquele aspecto de bordel barato com música sertaneja na caixa de som em volume alto.

“Por que apenas direcionar aos homens heterossexuais?”, pergunta. “A sociedade está mais aberta e receptiva e casas como a nossa não necessariamente prescindem de gente com apenas uma orientação sexual”, filosofa.

De acordo com o empreendedor, a ideia de trazer um meretrício para gêneros sexuais diversos foi por acaso, e quase em tom jocoso.

“Estávamos em uma roda de churrasco e alguém levantou a alternativa: porque não para quem gosta de homossexuais, travestis e afins”.

Apesar da gargalhada geral, a sugestão prosperou e  os detalhes vieram à tona e a casa deve começar a funcionar no primeiro quadrimestre. O local não foi permitido divulgar.

“Não será um local de depravação, mas formal e no qual se pode tomar um drinque e, se quiser, algo a mais – e com quem desejar”, afirmou.  

Bira Mariano

Formado em Jornalismo pela Unaerp - Universidade de Ribeirão Preto, com módulos de pós-graduação em Jornalismo On Line pela Fundação Cásper Líbero. Trabalha na área desde 1995 e possui alguns sites, dentre eles o Jornalístico e o Animal e Companhia.

Seja o primeiro a comentar