GUAÇU CONFIRMA PRIMEIRA MORTE POR DENGUE HEMORRÁGICA

A Declaração de Óbito de um paciente de 63 anos atesta que ele morreu de dengue hemorrágica neste domingo, dia 26, depois de ter sido internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa no início da madrugada.

Ele havia recebido hidratação no mesmo hospital na sexta-feira, 24, e retornou passando mal por volta da 1h de domingo. Segundo informado pela Santa Casa à Vigilância Epidemiológica, a dengue hemorrágica é apontada como causa única da morte na Declaração de Óbito.

É o primeiro caso de morte por dengue confirmado em Mogi Guaçu. Por norma, a Vigilância Epidemiológica investigará os prontuários de internação e laudos de exames e notificará a ocorrência ao Ministério da Saúde e ao Comitê Municipal de Controle de Dengue.

Há outra suspeita de óbito por dengue de uma paciente que faleceu na madrugada do dia 22 no Hospital Municipal “Dr. Tabajara Ramos”, mas este caso ainda está sendo investigado pela VE e até o momento nãop há confirmação de que a doença seja a causa da morte.

Segundo o mais recente relatório semanal de casos de dengue, emitido pela Vigilância Epidemiológica na sexta-feira, dia 24, o Município registra desde janeiro 3.505 notificações de dengue, com 1.603 casos positivos e 136 aguardando o resultado dos exames. Os demais deram negativo.

 

OPINIÃO DO JG

Enquanto isso, o volume de recipientes propícios a se transformarem em criadouros do mosquito de dengue só cresce nas ruas do Guaçu.

Até quando a Cidade Tatu será assim conhecida?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *