GRÁVIDA DE GÊMEAS, MULHER FOGE COM AMANTE

Um caso de amor tórrido, quanto inusitado, chocou a opinião pública de Itapira e fez chover comentários ácidos nas redes sociais há duas semanas.

M.A.R, de 26 anos, largou o marido estando grávida de sete meses de gêmeas. Deixou um bilhetinho pro esposo e o largou em casa, ainda dormindo.

A espinhuda situação aconteceu nos Prados, em Itapira, segundo relatou o jornal Gazeta Itapirense.

Não contente, postou foto dela com o novo ‘mozão’ no facebook. Estavam em Pocinhos do Rio Verde (MG), curtindo a companhia um do outro. Pareciam felizes pelas palavras dela: “Livre, enfim, e que venha este grande amor para o resto da vida”, escreveu.

A postura ousada do casal recebeu um tsunami de críticas negativas. Os comentários impublicáveis ficaram por dois dias na rede social. Depois, a página do perfil levou sumiço.

M. foi embora no domingo, dia 8, bem cedo. Acordou, fez café e deu um selinho no então marido, R. Disse pra ele que iria dar uma voltinha por perto e nunca mais retornou.

Uma hora e meia depois, o marido lia o bilhetinho que a ex-esposa deixou dobrado sobre a pia do banheiro.

A moça admitiu que o ex era um excelente marido, trabalhador também, mas que o amor que sentia por ele acabara. Já era.
Jurou por Deus que as filhas que carregava na barriga eram dele, mas que se sentia atraída pelo amante, desde quando o conheceu num restaurante.

A partir de então, seu coração nunca teve mais sossego. Foi amor à primeira vista.

Ela pediu para R. não procurá-la, pois que não iria voltar nunca mais. Falou que o reconhecia como pai das meninas, mas que ele não a acompanhasse no parto, que seria realizado em outra cidade, mas não mencionou qual era.

O acompanhante no hospital seria o novo marido, e quando as filhas nascessem ela enviaria fotos; deixando que o ex as visse na presença de seguranças, para que não as levassem embora.

A reportagem da Gazeta Itapirense ainda conversou com a mãe de M.A.R, dona Adelaide, ainda em estado de choque.
 
Ela trouxe o genro para dentro de casa, mas chora dia e noite por tudo o que aconteceu.

“Eu não acredito que ela fez isso. Parece um sonho ruim em que vou acordar e nada disso será real. Ela tinha um casamento ótimo, um marido maravilhoso. Por que meu Deus, por quê?”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *