FAROESTE NA RODOVIÁRIA: HOMEM VIROU PENEIRA, LEVOU 7 BALAÇOS E EXPÔS INSEGURANÇA NO LOCAL

A rodoviária do Guaçu, que é considerada um lixo por 10 entre 10 usuários, foi palco de um verdadeiro faroeste caboclo. Luís Rodrigues Batista, de 31anos, virou peneira ao ser alvejado por sete balaços à queima roupa. Quatro projéteis foram certeiros.

O crime que chocou a cidade aconteceu dia 19, no comecinho da noite, e expôs a sina da insegurança no local, justamente para práticas da bandidagem. O policiamento militar é quase inexistente e apesar de ser próprio público – cedido para terceiros administrarem – a GCM também comparece pouco por lá.

Luís teria chegado de carro com o pai para buscar uma suposta namorada e assim que desceu do carro foi alvejado. O atirador saiu em fuga, tomando sentido ignorado. O pai de Luís socorreu o filho até a Santa Casa, onde ele permanece internado em estado grave.

 

FOTO: Rodrigo Fernandes/MGA

Bira Mariano

Formado em Jornalismo pela Unaerp - Universidade de Ribeirão Preto, com módulos de pós-graduação em Jornalismo On Line pela Fundação Cásper Líbero. Trabalha na área desde 1995 e possui alguns sites, dentre eles o Jornalístico e o Animal e Companhia.

Seja o primeiro a comentar