FAMÍLIAS TERÃO QUE DESTINAR RESTOS MORTAIS DO CEMITÉRIO SANTO ANTONIO

A Secretaria de Serviços Municipais está chamando familiares de quem foi sepultado no Cemitério Jardim Santo Antonio para que decidam o que fazer com os restos mortais que foram transladados dos túmulos para as gavetas de lóculos.

São restos mortais de aproximadamente 1.500 corpos que foram sepultados no final da década de 1980 e cuja trasladação foi realizada no período de 2007 a 2010. Os lóculos onde se encontram estão cheios.

Cada lóculo guarda restos mortais de oito indivíduos por gaveta. A SSM precisa que sejam desocupados porque tem previsão de fazer novas exumações e traslados em agosto.

Como não se manifestaram até agora, as famílias serão chamadas através de ofício e por edital para que informar se já têm jazigo que possam receber os restos trasladados.

Podem também optar pela transferência definitiva para o “cruzeiro” (ossário) ou manter em lóculo por mais um período, ainda que indeterminado, desde que expressem sua opção junto à SSM.

O Cemitério Jardim Santo Antonio, localizado no Jardim Novo I, é um dos dois cemitérios municipais de Mogi Guaçu, tem 5.955 sepulturas e nele já foram sepultadas 21.587 desde que foi implantado na década de 1970.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *