EXTREMISTAS DO GUAÇU USAM O FACEBOOK PARA APOIAR HOMICÍDIO

Não é só em Paris que o extremismo toma formato e conta com apoio nada discreto de intolerantes.

Aqui no Guaçu, o discurso parece legalista, bonitinho, cheirando à boa causa. Mas só aparece. O facebook dos nossos extremistas é indecente quanto.

É um festival de ilegalidade, atrocidades, virulência, falta de respeito, homofobia, racismo e intolerância contra minorias, mulheres e tudo que aborde os direitos humanos, direitos civis, movimentos sociais e o avanço democrático.

Os extremistas guaçuanos vivem de esgoto declaratório. Talvez porque não consigam ler um livro que lhe abram a mente tosca.

São políticos espertalhões que defendem a desigualdade entre gêneros em nome de apenas um conceito de família.

São bacharéis que parecem ter feito faculdade em qualquer curso ministrado por Torquemada, que apoiam homicidas.

São pessoas comuns que, por causa do desconhecimento ou de intelecto, aplaudem o uso pequeno e torpe da religião.

É medico com banhas de bonzinho, metido a processo, que se posta como líder zero à esquerda de movimento tosco, incitando a ignorância alheia e a ausência de diálogo.

É advogado com fama de má fama.

É gente que não aceita o outro e impinge o rótulo de forasteiro.

São seguidores aos borbotões da indigência cultural, que se refestelam e chafurdam na própria mediocridade, simbolizada pela expressão kkkkkkkkkkkkk…talvez uma nova forma de relinchar.

Enfim,

Qual a diferença destes extremistas com os extremistas dos atentados de Paris?

Uma apenas:

Os de Paris mataram. Os do Guaçu – ainda – chegam lá!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *