ENCONTRO COM ESPECIALISTAS DEBATEU POLÍTICAS SOBRE DROGAS

O público, em sua maioria estudantes, ocupou praticamente todas as 557 poltronas do Teatro Tupec, no Centro Cultural de Mogi Guaçu, na manhã desta terça-feira, dia 26, para assistir às palestras da “8ª Agenda da Rede Paulista de Políticas Sobre Drogas”.

O evento, que contou com a presença do prefeito Walter Caveanha, foi realizado pela Prefeitura em parceria com a Casa de Justiça e Cidadania “Carlos Alberto Chabregas”, com participação da Secretaria de Segurança e da Guarda Civil Municipal.

Mogi Guaçu foi a oitava cidade a receber o evento, que se propaga por outros municípios desde que a Rede Paulista de Políticas Sobre Drogas surgiu a partir de iniciativa da Guarda Civil Municipal de Socorro, sendo por isso organizado pela entidade e pela prefeitura socorrense.

A coordenadora da Casa de Justiça e Cidadania, Fernanda Vendramini, fez a apresentação de abertura, seguida dos pronunciamentos da assistente técnica da Coordenadoria de Políticas Sobre Drogas da Secretaria de Justiça e Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, Marta Reis, da secretária de Segurança e comandante operacional da Guarda Civil Municipal, Judite de Oliveira, do coordenador da Franks Fernando Félix do Prado e da assistente de coordenação da Rede Paulista, a guarda municipal de carreira Edelí de Almeida.

A programação da “8ª Agenda da Rede Paulista de Políticas Sobre Drogas” foi composta de três painéis. No primeiro, Lígia Duailibi, psiquiatra e especialista em dependência química pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), apresentou a palestra “O tratamento químico do usuário de crack”.

A palestra seguinte, sobre a ONG Faces e Vozes da Recuperação no Brasil, foi apresentada pelo psicoterapeuta e filósofo Alexandre Araújo, da ONG Intervir. No terceiro painel, com participação de Franks Fernando Félix do Prado, a pedagoga Ariadine Ribeiro, especialista em sexualidade e dependência química, fez uma explanação sobre drogas e sexualidade.

Antes das palestras, agentes da Ronda Escolar da Guarda Civil Municipal de Mogi Guaçu apresentaram, de forma lúdica, o projeto “Combate e Prevenção da Violência e Resgate da Cidadania na Escola”, que foi desenvolvido em 2013 e desde então tem sido levado às escolas públicas. O grupo de rap “Anjos da Rua” se apresentou nos intervalos entre as palestras e ao final.

O evento contou com a presença de atiradores e do chefe de instrução do Tiro de Guerra, subtenente Augusto Nascimento. A maioria dos estudantes presentes era de alunos da FEG (Fundação Educacional Guaçuana).

Compareceram também professores, advogados e outros convidados, além das secretárias de Educação, Célia Mamede, de Saúde, Clara Alice Franco de Almeida Carvalho, e dos secretários de Cultura, Luiz Carlos Ferreira, e de Esportes e Turismo, Rodrigo Falsetti.

As Guardas Civis Municipais de Americana, Itapira, Amparo, Bragança Paulista, Mogi Mirim e Cosmópolis também enviaram representantes. (Informações e foto da Secretaria de Comunicação da Prefeitura)

Bira Mariano

Formado em Jornalismo pela Unaerp - Universidade de Ribeirão Preto, com módulos de pós-graduação em Jornalismo On Line pela Fundação Cásper Líbero. Trabalha na área desde 1995 e possui alguns sites, dentre eles o Jornalístico e o Animal e Companhia.

Seja o primeiro a comentar