EM TEMPOS BICUDOS, GUAÇU É TOP 100 NA GERAÇÃO DE EMPREGOS

Desde o advento do governo golpista de Michel Temer (PMDB), que a economia em queda, feita rabo de cavalo, solapou os empregos de mais de 13 milhões de brasileiros.

Apesar do quadro negro, nichos de bonança de novas contratações foram constatados pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho e Emprego (TEM).

Mogi Guaçu, por exemplo, foi um dos destaques do país na geração de emprego, sendo considerado uma das cidades TOP 100 na oferta de novos postos de trabalho. Aqui, o saldo foi positivo em 2017.

O Caged confirmou que Mogi Guaçu é ainda uma das cinco cidades da região de Campinas, incluindo a região metropolitana, que mais geraram empregos com carteira assinada entre janeiro e novembro deste ano.

O relatório com estatísticas de 5.659 municípios com mais de 10 mil habitantes foi divulgado no dia 27 de dezembro. No ranking nacional, o Guaçu ocupa a 83ª posição com saldo positivo de 1.248 novos postos de trabalho. Em outras palavras: mais se empregou que desempregou no município.

O prefeito Walter avalia que o desempenho do Guaçu se deve à um conjunto de fatores, dentre eles destaca os esforços da administração na recuperação da cidade. E crê no turismo para dinamizar ainda mais a economia local

As outras quatro cidades da região com melhor desempenho entre as 100 que mais geraram empregos em todo o país são Limeira (2.247 contratações), Campinas (2.132), Piracicaba (1.307) e Valinhos (1.180).

No mês de novembro, Mogi Guaçu registrou variação negativa de -0,36%, decorrente da diferença entre 1.311 admissões e 1.447 desligamentos, com saldo de -136. Mas o saldo do ano é positivo, com 17.992 contratações ante 16.744 demissões.

Mas em termos percentuais, o número de empregos gerados foi 3,47% maior, que correspondem aos 1.248 empregos que destacam Mogi Guaçu no relatório do CAGED. O saldo dos últimos 12 meses também é positivo para a cidade, com 18.903 admissões contra 18.560 desligamentos.

Por meio da assessoria de imprensa, o prefeito Walter Caveanha (PTB) considera que o bom resultado alcançado por Mogi Guaçu é reflexo de uma gestão pública de retomada do crescimento econômico e focada no desenvolvimento social com ênfase em promover melhor qualidade de vida para a população.

Todavia, é importante destacar que empresas que se instalaram por aqui, com a promessa de contratações massivas, decepcionaram. São os casos da Premiatta, do setor de rações, e a chinesa Liu Gong, que ficaram num desempenho ainda no patamar do risível em termos de empregabilidade.

“É importante destacar que empresas que vieram para cá, com a promessa de grandes contratações, patinaram. Caso da Liu Gong e a Premiatta”

Porém, ´para Caveanha, “diversos setores têm contribuído para gerar mais empregos, como a agricultura, a indústria, o comércio e a prestação de serviços, e agora temos também o turismo como meta para criar novos postos de trabalho”, afirmou, mas sem dar detalhes de como pretende incrementar este importante setor.

 

Bira Mariano

Formado em Jornalismo pela Unaerp - Universidade de Ribeirão Preto, com módulos de pós-graduação em Jornalismo On Line pela Fundação Cásper Líbero. Trabalha na área desde 1995 e possui alguns sites, dentre eles o Jornalístico e o Animal e Companhia.

Seja o primeiro a comentar