EM MEIO À REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL, CONFERÊNCIA ABORDA DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

A Secretaria de Promoção Social e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Mogi Guaçu promoveram nesta segunda-feira, dia 11, a IX Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

O evento acontece em meio à polêmica sobre a redução da maioridade penal, defendida por pessoas que acreditam – erroneamente – que a medida é a redenção da segurança pública no país.

O evento foi realizado no Salão Paroquial Nossa Senhora do Rosário, no Bairro da Capela, com o tema “Política e Plano Decenal dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes – Fortalecendo os Conselhos dos Direitos da Criança e do Adolescente”.

A conferência contou com explanações do presidente do CMDCA, Antonio Marcos de Lima, e da secretária de Promoção Social, Mariana Martini, e palestra de Maria Inês Villalva, coordenadora técnica da Federação das Entidades Assistenciais de Santo André – FEASA.

Foram convidados estudantes e adolescentes do CAMP (Centro de Aprendizagem Metódica Profissionalizante). A programação incluiu discussão em grupo e eleição de delegados para a Conferência Estadual.

One thought on “EM MEIO À REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL, CONFERÊNCIA ABORDA DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

  1. cleofas says:

    Concordo que realmente o aumento não poderia ser maior, eu mesmo tomei a palavra numa assembléia e disse aos servidores para aceitarmos a reposição da inflação, mas sem cogitarmos escalonamento, mas o que mais me estranha é que com a folha nos limites da Lei de Responsabilidade fiscal abrem 4 concursos (prefeitura,saúde, educação e samae), de onde sairão recursos para pagar quem for chamado( se for né), fiz inscrição mas diante dessa situação nem paguei, agora o Dr Paulinho dizer que o walter não conversa com os servidores, e daí? não queremos conversa queremos respeito e valorização, falta valorizar, Dr Paulinho teve na sua administração a greve mais longa da história de Mogi Guaçu, e eu estava lá, aliás da SAAMA só eu e seu Zé Nunes, o Dr Paulinho num almoço na SAAMA nos disse que a única coisa que o Hélio Miachon nos dava e ele não podia pq trabalhava, era amor, desculpe-me o Dr Paulinho o qual embora sempre me tratou muito bem era super autoritário, sempre muito educado,mas autoritário demais para lidar com o ser humano, com seus colaboradores, e disse tbm quando falei do número de comissionados, que se pudesse teria mais, que fosse mas que trabalhassem, e agora tem muito disso tbm, precisa cortar, mas os acordos políticos atrapalham qualquer administração, a lei permite comissionados em cargos de confiança, mas antes como hoje vemos encarregados comissionados o que é proibido, sendo função a ser ocupada pro concursados, não sei se pelo meu profissionalismo, experiência e mesmo a idade, todos os prefeitos sempre me respeitaram e isso é bom e deveria ser com todos, embora respeito não pague contas já é algo positivo, esperamos e torcemos para que as coisas melhorem,mas o servidor tem que ser valorizado, não pesquisei outros cargos, mas por exemplo os de Agente fisal de urbanismo é 73% inferior ao de Mogi Mirim e 78% ao de campinas, e eplo número de fiscais, acho que 8 hoje isso poderia ser revisto, a poucos dias foi aprovado um projeto de Lei de autoria do vereador Luciano da Saúde que contemplaria os servidores não só por excelência profissional como também pela peculiaridade do cargo, vamos ver quem serão os beneficiados, trabalhar com riscos ganhando R$ 1.006,00 só por ideologia ou grande necessidade mesmo, isso desestimula, ou não?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *