EDUCAÇÃO APROVA BLOCO DA FIMI PARA ALUNOS DE EMEF ESTUDAREM ATÉ FINAL DE REFORMA

A secretária de Educação, Célia Mamede, visitou o bloco do campus que dispões das 10 salas de aula necessárias para acomodar os pouco mais de 400 alunos da EMEF “Antonio Giovani Lanzi”, que estudarão em dois períodos. Há ainda mais uma sala para atividades dos professores.

Os alunos já estudam no local desde o último dia 3, após acordo firmado entre a direção da FIMI (Faculdades Integradas Maria Imaculada).

Os detalhes do acordo não foram mencionados pela assessoria de imprensa da Prefeitura, mas vale lembrar que a FIMI está instalada em um prédio pertencente à administração municipal.

A secretária aprovou o bloco e os equipamento disponíveis para os alunos, com o objetivo de manter a mesma qualidade do ensino municipal. Os alunos da EMEF estudarão na FIMI até que as reformas da escola de origem estejam concluídas.

64ebd1b1 fimi 2 300x200 - EDUCAÇÃO APROVA BLOCO DA FIMI PARA ALUNOS DE EMEF ESTUDAREM ATÉ FINAL DE REFORMA
Objetivo da Secretária de Educação é manter a qualidade do ensino das escolas municipais

Ainda segundo a secretária, a transferência para outro local é necessária para que a Prefeitura possa reformar o prédio da escola na Vila Paraíso, que apresenta trincas e fissuras nas paredes e recalque do piso no bloco das salas de aula em decorrência de infiltrações.

Na visita de inspeção, Célia estava acompanhada da diretora da escola, Dagmar do Amaral Borges, da coordenadora Sandra Lana e da supervisora de ensino, Renata Bizigatto Dias. Dagmar deve se reunir com os pais de aluno nesta terça-feira para explicar os detalhes.

A EMEF “Antonio Giovani Lanzi” é um dos três estabelecimentos de ensino mais antigos de Mogi Guaçu, com mais de 60 anos de atividade. Atualmente, tem cerca de 200 alunos no período da manhã e 200 no período da tarde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *