CIRURGIA DÁ ZICA E MULHER MORRE PERFURADA APÓS LAQUEADURA EM HOSPITAL DO GUAÇU

O marido de Isabel Cristina de Oliveira está revoltado. Ele perdeu a mulher amada por suposta barbeiragem cometida após cirurgia de laqueadura realizada no Hospital São Francisco esta semana.

O caso chamou atenção de uma equipe de reportagem da TV Record de Campinas, que veio nesta quarta-feira ao Guaçu para gravar o material.

A reportagem menciona que  Isabel era mãe de dois filhos e tinha decidido fazer uma laqueadura nas trompas para não engravidar mais, mas o procedimento deu zica e há suspeitas de que uma barbeiragem ocorreu e matou a mulher.

Clique AQUI  e veja o vídeo

O marido informou que um médico atendeu a mulher na UTI e que Isabel teve o intestino perfurado e morreu em decorrência de uma infecção generalizada provocada pela perfuração.

Já o médico da paciente, que realizou o procedimento original, decidiu fazer uma cirurgia de emergência por causa de uma hemorragia, que seria tratada fazendo apenas uma drenagem.

Agora que o leite derramou, a revolta toma conta dos familiares e o delegado do caso solicitou uma necropsia. A direção do hospital não quis se pronunciar ainda.

Bira Mariano

Formado em Jornalismo pela Unaerp - Universidade de Ribeirão Preto, com módulos de pós-graduação em Jornalismo On Line pela Fundação Cásper Líbero. Trabalha na área desde 1995 e possui alguns sites, dentre eles o Jornalístico e o Animal e Companhia.

Seja o primeiro a comentar