CAVEANHA OBTÉM VERBA PARA A REFORMA DO CENTRO CULTURAL

Um dos marcos da cultura local, o Centro Cultural será enfim reformado. É que Mogi Guaçu teve aprovado o projeto de reforma do Centro Cultural através do FID (Fundo Estadual de Defesa do Interesse Difuso). Mogi Guaçu terá acesso a R$ 1 milhão e a prefeitura terá que arcar com uma pequena contrapartida.

O projeto compreende na reforma completa do imóvel, recuperação de alambrado, pintura, adequação das rampas de acesso, compra e instalação de 20 aparelhos de ar condicionado para o teatro, conclusão do projeto de combate a incêndio, entre outros.

O FID é vinculado à Secretaria de Justiça e da Defesa da Cidadania do Governo do Estado. Com a aprovação, agora definitiva, o município terá condições de recuperar totalmente o prédio. A grana foi conquistada pelo prefeito Walter Caveanha (PTB).

Prefeito Walter se empenhou para obter a verba: “grande conquista para a cultura guaçuana”

Segundo Caveanha, a verba também foi conquistada com apoio dos conselheiros da Secretaria de Justiça e da Defesa da Cidadania do Governo do Estado, do ex-governador Geraldo Alckmin, do governador Márcio França e do apoio do deputado estadual Campos Machado.

A construção do Centro Cultural foi iniciada em 1987 e passou por etapas até a conclusão do imóvel que hoje abriga o teatro do Tupec, sala de vídeo, espaço para exposições, biblioteca, setor administrativo, estacionamento, entre outros. A Prefeitura se inscreveu no FID com o projeto de reforma completa do Centro Cultural. Na primeira etapa, a proposta foi aprovada.

A última etapa de inscrição ocorreu em abril deste ano, quando a Prefeitura apresentou o projeto básico, cronograma de obras e planilha de custos. A proposta passou por nova avaliação por parte de conselheiros da Secretaria de Justiça e Defesa da Cidadania do Estado. Na edição da quarta-feira, dia 31, do Diário Oficial, Mogi Guaçu consta na relação de aprovados para a obtenção de recursos do FID.

Bira Mariano

Formado em Jornalismo pela Unaerp - Universidade de Ribeirão Preto, com módulos de pós-graduação em Jornalismo On Line pela Fundação Cásper Líbero. Trabalha na área desde 1995 e possui alguns sites, dentre eles o Jornalístico e o Animal e Companhia.

Seja o primeiro a comentar