BOMBA, BOMBA: HÉLIO DEVER SER CANDIDATO A PREFEITO

Hélio Miachon Bueno mexe os pauzinhos na Justiça Eleitoral pra sair candidato a prefeito em 2016. Para tanto, o ex-prefeito contaria com ajudar poderosa de um deputado pra tentar reverter a decisão que o impossibilitou de participar de pleitos eleitorais por oito anos.

FÁCIL?

A situação de Hélio não é nada fácil, pois com decisão julgada em terceira instância no lombo, a sua participação em eleições tende a permanecer como está. Porém, o ex-prefeito irá recorrer ao plenário do TSE. É aí que entra a aglutinação de forças políticas para buscar retirar o indeferimento aos direitos políticos do ex-prefeito.

PMDB

Não seria mais o partido ao qual Michon Bueno viria a concorrer a prefeito. Ele está quase no ninho do PSDB e rechaçaria até mesmo parte do antigo grupo. Quereria ter sangue novo perto de si, segundo fonte, “e descartaria até mesmo quem está com cargos no atual governo”.

ESTRATÉGIA

A estratégia de Hélio é não bater no atual prefeito, muito pelo contrário, já que mantém uma amizade de fato estabelecida. Também deverá ter um plano B, caso não possa concorrer; lançando o seu vice para tentar chegar lá. Ou, então, apoiar Walter de novo, já que seria o caminho mais natural.

APOSTAS

Há quem diga que o vereador Daniel Rossi estaria louco da vida para ser o vice numa eventual candidatura de Hélio a prefeito. Mas será que Hélio o quer?

E O PARTIDO?

O PMDB deve sofrer uma debandada geral nos próximos meses, ficando apenas a bispa Marinês Campos como principal expoente partidária aqui no Guaçu.

AINDA SOBRE ELE

Um membro da administração atual comentou a possibilidade de Hélio vir a ser candidato. “Pode até não ganhar, mas que vai dar uma canseira, ah, vai”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *