ATO CONTRA MUDANÇAS NA EDUCAÇÃO DIA 15 NOS INGÁS

Professores de escolas públicas de Mogi Guaçu realizam no Dia do Professor (15), a partir das 10h, um grande ato contra a precarização do ensino público a partir do Projeto de Lei 251 e da MP 746. O evento será organizado no Parque dos Ingás e a expectativa é a presença de pelo menos 200 pessoas.

Emanuel Duarte, professor da Escola Estadual Luiz Martini, um dos organizadores do ato, explicou que o evento será uma aula pública com o objetivo de alertar acerca das medidas do governo Temer, que ele considera como verdadeiros retrocessos na educação nacional.

“Precisamos conscientizar a população sobre o Projeto de Lei 251 e a MP 746. Ambas alteram a política do piso nacional da categoria, um avanço obtido no governo anterior ao que aí está; além de flexibilizar a grade curricular do ensino fundamental e do ensino médio, bem como interfere no projeto pedagógico discutido no âmbito das escolas, além de outras medidas controversas”, comentou.

Duarte ressaltou que a flexibilização é um projeto de Estado e não um plano de ensino, que está sendo ‘baixado’ sem que haja um amplo debate com os profissionais da educação e a sociedade.

“A população tem o direito de saber o que está acontecendo e tomar sua posição a respeito, porém precisa conhecer todos os detalhes das mudanças”, afirmou Emanuel Duarte.

O professor ainda ressaltou que o projeto de lei número 251 ainda  ‘demoniza’ algumas disciplinas como filosofia, a sociologia e outras das ciências humanas que conduzem a um espírito crítico de alunos, docentes e funcionários.

“A Medida Provisória 746 é quem flexibiliza as disciplinas mencionadas, que se tornam optativas, além de praticamente retirar da grade de aulas a disciplina de educação física”, afirmou . “E o PL 251 avança sobre nossos salários, retirando de cena o piso nacional da educação”, confirmou.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *