AÇÃO PODE TIRAR DOCE DA BOCA DOS VEREADORES ELEITOS PELA OPOSIÇÃO

Uma ação já tira o sono dos vereadores eleitos pela oposição, em especial da coligação ‘Mogi Guaçu Pede Mudança’, do candidato a prefeito derrotado Marcos Antonio (PSD), no caso Luciano Firmino Vieira (PP), além de Luiz Carlos Nogueira (Carlos do Kapa), Francisco Magela Inácio (Chicão do Açougue) e Guilherme de Sousa Campos (Guilherme da Farmácia ), todos do PSD. Todos eles podem perder o pirulito que já estão saboreando.

Isto porque uma ação foi protocolada na Justiça Eleitoral em 30 de setembro contra o PV, pelo candidato a vereador Leonel José Marchiori (PPS), da coligação de ‘Unidos Para Mogi Guaçu Avançar Mais’, de Walter Caveanha (PTB).

A ação solicita a exclusão de um candidato masculino para atender a determinação legal da Resolução 23.455, que estabelece que partidos ou coligações devem preencher as vagas aos cargos proporcionais por gênero na proporção de 30% para mulheres e 70% para homens.

Mas a candidata Maria da Conceição de Oliveira (PV) teve registro da candidatura indeferido pela Justiça Eleitoral e a sigla não indicou outra candidata em substituição.

No entanto, a ação foi indeferida pelo Juiz Eleitoral Roginer Garcia Carniel na data de entrada, porém, o advogado da coligação de Caveanha recorreu ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *