VIXE: ESTADO DE SP CONFIRMA QUE NÃO TEM VACINA CONTRA GRIPE PRA TODOS

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (SES-SP) comunicou que a vacina contra a gripe Influenza não será disponibilizada a toda a população no território paulista porque não há doses suficientes para atender à demanda.

O comunicado aos Grupos de Vigilância Epidemiológica (GVE) data do dia 3, sábado, em reação à decisão do Ministério da Saúde de liberar a vacinação para toda a população e não apenas aos públicos-alvo previamente definidos na campanha.

O Ministério da Saúde fez o anúncio no final da tarde de sexta-feira, 2, de que já a partir desta segunda-feira, dia 5, a vacina estaria disponível para todos, enquanto durar o estoque de 10 milhões de doses para todo o país.

O Município de Mogi Guaçu segue a decisão do Governo do Estado e também continuará a vacinar apenas os grupos prioritários porque também não dispõe de doses para estender a vacinação a todos os habitantes.

Para atender toda a população, estimada em aproximadamente 150 mil habitantes, Mogi Guaçu necessitaria de pelo menos mais 130 mil doses. Desde que a campanha começou no dia 17 de abril, foram aplicadas pouco mais de 28,5 mil vacinas.

Na sexta-feira, a Vigilância Epidemiológica de Mogi Guaçu ainda dispunha de 4.000 doses em estoque. Nesta segunda-feira, restaram apenas 400 porque o restante foi distribuído às 24 unidades de saúde da Prefeitura.

A nota emitida pela Assessoria de Imprensa da SES-SP informa que, até sábado, 9,4 milhões de doses foram aplicadas entre os grupos prioritários e que a meta no Estado de São Paulo é imunizar 10 milhões de pessoas.

O Estado ainda dispunha de 3,6 milhões de doses destinadas prioritariamente à vacinação dos públicos definidos pelo Programa Nacional de Imunização (PIN) e dos incluídos no decorrer da campanha.

O comunicado ressalva que o Estado de São Paulo tem mais de 44 milhões de habitantes e que uma eventual ampliação de públicos depende do envio de “quantitativos extras ao Estado”.

Juntada ao comunicado que a SES-SP enviou aos diretores dos GVEs, a nota destaca, ainda, que “a aquisição e distribuição de doses da vacina compete ao Ministério da Saúde”.

A Secretaria Municipal de Saúde e a Vigilância Epidemiológica receberam o informe através do GVE “XXVI”, de São João da Boa Vista, que abrange o Município de Mogi Guaçu.

No Município, a vacinação é feita em todas as 24 unidades da rede de Atenção Básica da Secretaria de Saúde, de segunda a sexta-feira, das 8h às 15h30.  

OPINIÃO DO JG

Nos governos do Lula e da Dilma não faltavam vacinas pra população

Bira Mariano

Formado em Jornalismo pela Unaerp - Universidade de Ribeirão Preto, com módulos de pós-graduação em Jornalismo On Line pela Fundação Cásper Líbero. Trabalha na área desde 1995 e possui alguns sites, dentre eles o Jornalístico e o Animal e Companhia.

Seja o primeiro a comentar