BANG BANG EM MARTINHO PRADO QUASE MATA DOIS

A noite de quinta-feira esteve agitada em Martinho Prado. Um verdadeiro quiproquó foi armado e acabou em prisões de dois homens. Um dele é este aí na foto. A Guarda Municipal do Guaçu e da Estiva precisaram intervir para evitar que o bang-bang caipira terminasse em algo pior.

Conta o site Mogi Guaçu Acontece que na Favelinha do distrito, o suposto dono do pedaço, A. A.V., foi até lá munido de revólver, além de cinco amigos, para tentar tirar os ocupantes da área na marra.

Aí já viu, deu no que deu.

A confusão foi armada e o lavrador José Ailton da Silva Barbosa acabou baleado por uma azeitona calibre 22 na perna. Outro lavrador, este Éder Vicente Padilha, teria sido espancado por A.A.V. e os colegas. Após a confusão, deram no pinote.

Desta vez a viatura do SAMU apareceu e levou os feridos para a Santa Casa. OS gcm´s Brito e Gaspar, contudo, descobriram o mocó dos agressores e dois deles acabaram fisgados com a ajuda dos guardas da Estiva. O autor do disparo seria M. R.M.

Os dois supostos agressores foram indiciados por tentativa de homicídio.

A foto é do Rodrigo Fernandes/MGA

Bira Mariano

Formado em Jornalismo pela Unaerp - Universidade de Ribeirão Preto, com módulos de pós-graduação em Jornalismo On Line pela Fundação Cásper Líbero. Trabalha na área desde 1995 e possui alguns sites, dentre eles o Jornalístico e o Animal e Companhia.

Seja o primeiro a comentar